domingo, 22 de janeiro de 2017

Finalizada a 1ª Pré-temporada de Árbitros CONMEBOL

                                                        Crédito das fotos: CONMEBOL


No Bourbon Hotel da Confederação Sul-Americana de Futebol, na cidade de Luque - Paraguai, terminou a primeira pré-temporada de árbitros da CONMEBOL que teve 72 participantes.

Assim, o Comitê de Árbitros da (Confederação Sul-Americana de Futebol), CSF começa 2017 desenvolvendo um amplo programa destinado a garantir que os árbitros e assistentes estejam em condições ideais para as competições da CSF assim como a CONMEBOL LIBERTADORES BRIDGESTONE, e a Copa Sul-Americana.

Neste contexto, na terça-feira, 17 de janeiro, foi lançada a primeira edição dos árbitros pré-temporada, que visam avaliar, preparar, treinar e atualizar os oficiais de jogos, para que todos tenham a mesma linha de interpretação e critérios em competições da Conmebol.

Foram submetidos a testes físicos, treinamentos técnicos e táticos, e tiveram intensos dias de conversa como Regulamentos, Morte Súbita, ferramenta Wyscout, entre outros.

O presidente da Comissão de Árbitros, Wilson Seneme (foto acima), mencionou que se pode observar que os objetivos foram atingidos - "Capacitar na uniformidade de critérios os árbitros foi a nossa principal tarefa. Hoje podemos sentir, junto com a equipe, que tanto os árbitros quanto os assistentes estão mais e melhor preparados para competições da CONMEBOL", dando seu total apoio e confiança para todos os juízes, bem como os encorajou na preparação constante e atualização que hoje em dia a arbitragem propõe.

O evento terminou com a apresentação de certificados pelos membros da Comissão e instrutores físicos e técnicos: Jorge Larrionda, Ubaldo Aquino, Alicio Pena Junior, Manuel Bernal, Silvio Aguinaga, Rodrigo Silguero e Hector Baldassi. 
FONTE: CONMEBOL.com

A PRÉ-TEMPORADA REALIZADA À ARBITRAGEM NO BRASIL É UM ARREMEDO


                                                                          Crédito: FIFA.com


Implementada nos anos 80 pelo professor Rogério Caetano na Federação Paulista de Futebol, a pré-temporada para árbitros que em média tinha uma semana de duração, diminuiu após trinta e sete anos o tempo e o conteúdo.

Inserida paulatinamente em várias federações de futebol, a pré-temporada teve seu tempo de duração suprimido de uma semana para dois ou no máximo três dias – o que significa perda de conteúdo e da qualidade do ensino ministrado pelos instrutores, dada a exiguidade do tempo. Daí o motivo de questionarmos na coluna anterior: PRÉ-TEMPORADA OU ARREMEDO?

A impressão que se tem ao ver a programação da pré-temporada nos sites das associações de árbitros e das federações de futebol, é de que a arbitragem do país cinco vezes campeão mundial de futebol, estacionou no século 19 em termos de formação, preparação e requalificação da confraria do apito brasileiro, embora estejamos no século 21.

Nestes trinta e sete anos, o futebol pentacampeão teve vários segmentos que conseguiram avanços significativos: A CBF, os cartolas das federações e dos clubes, atletas, preparadores físicos, massagistas, fisioterapeutas, nutricionistas, ortopedistas, a medicina das equipes  foi entregue a profissionais de alto nível, os técnicos foram reconhecidos e sua atividade regulamentada como profissional, e a pré-temporada dos jogadores dura em média duas semanas.

Enquanto a plêiade acima nominada planejou suas ações e cresceu cada uma dentro da sua área, conquistando melhores condições de trabalho, incremento salarial, direito de arena, direito de imagem, registro em carteira profissional e os benefícios da (CLT), a arbitragem entrou em processo de DECADÊNCIA acentuada - e pelo andar da carruagem a situação vai perdurar por muito tempo.

O arremedo das pré-temporadas à arbitragem que estão sendo realizadas pelo país afora, neste início de 2017, abre um leque de desconfiança estratosférica sobre a qualidade e credibilidade das tomadas de decisões da confraria do apito - a partir do momento que a bola rolar nos campeonatos regionais, Primeira Liga, Copa do Brasil e a seguir o Campeonato Brasileiro.

Ou a arbitragem acorda do estado de letargia e sai do século 19 e entra definitivamente no século 21, ou então, vai continuar sendo manuseada como mercadoria de troca pelo status quo que gerencia o nosso futebol. E, por conseguinte, ocupando a última poltrona do milionário negócio que é o futebol brasileiro, onde todos ganham muito e a arbitragem uma “merreca”.

Ad argumentandum tantum: Se almejam dias melhores e conquistas relevantes à categoria, ou seja, sair do século 19 e entrar de uma vez por todas no século 21, os homens de preto do futebol pentacampeão não podem mais ter como representante as associações. O caminho é criar incontinenti novos sindicatos que se somarão aos quatro sindicatos detentores da CARTA SINDICAL, que são o CEARÁ, PARANÁ, RIO G. do SUL e SÃO PAULO. O próximo passo é a fundação da FEDERAÇÃO BRASILEIRA DOS ÁRBITROS DE FUTEBOL - entidade de segundo grau, com assento garantido no ministério do Trabalho e Emprego e reconhecida e regulamentada pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

sábado, 21 de janeiro de 2017

PRÉ-TEMPORADA OU ARREMEDO?

    Wilson Luiz Seneme, presidente do Comitê de Arbitragem da CONMEBOL - Crédito: CBF
 
Lendo uma entrevista de Pierluigi Collina,o diretor de arbitragem da Uefa, laureado seis vezes consecutivas, o melhor árbitro de futebol do planeta, sobre os seminários que a UEFA realiza e aqui no Brasil é denominada de pré-temporada, Collina afirmou: “Workshop tem que ter planejamento a partir do local adequado para realizar o evento, com duração mínima de cinco dias e em tempo integral. Conteúdo de excelência que tenha vídeos de jogadas de diferentes magnitudes. Instrutores com exímio conhecimento sobre as REGRAS DO JOGO, psicólogos, preparadores físicos, médicos com a estrutura necessário em caso de incidentes, ortopedistas, fisiologistas e nutricionistas, com o intuito de orientar a confraria do apito, a respeito de evitar e se acontecer, como tratar possíveis lesões físicas e realizarem uma alimentação balanceada, e muita prática no campo de jogo, onde acontecem os grandes equívocos dos homens de preto.”
 
Observem quando a FIFA convoca apitos e bandeiras para suas competições. As convocações são antecipadas e a arbitragem recebe um memorando das atividades que serão desenvolvidas e a duração é  de três a cinco dias ininterruptos de treinamentos. Salvo ho horário da alimentação e no período de sono.

Se restarem dúvidas, perguntem aos árbitros brasileiros Bruno Boschilia, Heber Roberto Lopes, Ricardo Marques Ribeiro, Rodolpho Toski Marques, Sandro Meira Ricci e Wilton Pereira Sampaio, que participaram recentemente dos torneios e/ou seminários da FIFA e da CONMEBOL.

Querem mais um exemplo de uma autêntica pré-temporada?  A que está sendo realizada pela CONMEBOL, desde o dia 17 deste mês em Luque, nos arredores de Assunção (Paraguai), em tempo integral e terminará neste sábado (21). 

É público e notório que as federações de futebol recebem percentual financeiro mensal da CBF. É público e notório, basta ver os borderôs dos jogos do Campeonato Brasileiro, que as federações de futebol são contempladas com um valor estipulado das rendas realizadas nos seus estados. É público e notório que as federações de futebol teem tempo suficiente para planejar a pré-temporada à arbitragem. Diante do exposto pergunto:  Qual é a pré-temporada que está sendo realizada neste início de ano, pelas federações do futebol brasileiro que tem o cronograma completo como o acima narrado?

Ad argumentandum tantum: A pré-temporada da arbitragem da Federação Paranaense de Futebol (FPF), iniciou na sexta-feira (20/1), à noite - e terminará no domingo (22/1) após o almoço.

PERGUNTAR NÃO OFENDE: É PRÉ-TEMPORADA OU ARREMEDO?