segunda-feira, 30 de março de 2015

Notícias do Apito

    Da esquerda para à direita, Dr. Carlos Alarcón, Oscar Ruiz e Jorge Larrionda instrutores da Fifa
Mundial feminino do Canadá (1)
A árbitra assistente Janette Mara Arcanjo, (34) anos, de Ipatinga (MG) – foi convocada pela Fifa para laborar na Copa do Mundo Feminina de Futebol, no Canadá, no período de 6 de junho a 5 de julho deste ano. A convocação da brasileira, que iniciou sua carreira há 15 anos na Liga de Desportos de Ipatinga - foi confirmada na última sexta-feira (27), pela Fifa. Janette é membra do quadro de arbitragem da CBF, da Federação Mineira de Futebol e da  Fifa.

Mundial feminino do Canadá (2)
Arcanjo passou por todas as etapas de preparação das árbitras pré-selecionadas pelas Confederações de Futebol confirmadas na Copa do Mundo. No Canadá, a seleção brasileira está no Grupo E, ao lado de Coreia do Sul (9 de junho em Montreal), Espanha (13 de junho em Montreal) e Costa Rica (17 de junho em Moncton).

Mundial masculino da Nova Zelândia
Já o assistente Bruno Boschillia, da (FPF) Federação Paranaense de Futebol, da CBF e da Fifa, foi convocado pela entidade que comanda o futebol no planeta, para atuar no Mundial Masculino SUB-20 da Nova Zelândia. Evento que vai ser efetivado de 30 de maio a 20 de junho do ano em curso.

Braatz o professor de Boschillia
Os méritos pela designação de Bruno Boschillia ao torneio da Fifa, devem ser creditados em parte ao seu mestre Roberto Braatz, que o aconselhou em muitas oportunidades e lhe ensinou tudo sobre as funções de assistente. Aliás, Braatz, o melhor assistente do futebol brasileiro de todos os tempos ao lado de Altemir Hausmann - estava exultante no final de semana que passou em Porto Alegre (RS) com a notícia – acrescente-se ainda a indicação de Boschillia, ao excelente trabalho desenvolvido pelos instrutores da CBF que ministram diferentes cursos na Granja Comary (RJ), sob o comando do instrutor CBF/CONMEBOL/FIFA, Sérgio Corrêa da Silva.

Alarcón no seminário
Considerado o P.h.D da arbitragem da América do Sul e o mais longevo membro do Comitê de Árbitros da Fifa e presidente da Comissão de Arbitragem da Conmebol, Dr. Carlos Alarcón - virá ao Brasil e será o principal preletor do Seminário Internacional de Arbitragem para árbitros promissores, na Granja Comary(RJ). Além de Alarcón, virão vários instrutores de arbitragem da Conmebol e da Fifa.    
  
Curso para apitos promissores (1)
Rodolpho Tóski Marques da (FPF), que deu seus primeiros passos na arbitragem no Torneio Folha de Tamandaré em Curitiba, aos 16 anos, dado o seu ótimo desempenho nos prélios Cabofriense/RJ x Luverdense/MT e Flamengo/RJ x Brasil/RS, recentemente pela Copa do Brasil, foi selecionado para participar do Seminário Internacional de apitos promissores a partir de 5 de abril do ano em curso.

Curso para apitos promissores (2)
Tóski Marques foi escolhido para o seminário pelo presidente da CA/CBF, Sérgio Corrêa, conforme acima nominado e também porque,  nos cursos de excelência que participou na Granja Comary/RJ - obteve desempenho satisfatório.

A terceira na Copa do Brasil
Dada a fase auspiciosa que vivencia no momento, Rodolpho Marques foi escalado pela CA/CBF num fato inédito envolvendo a arbitragem do futebol paranaense, na próxima quarta-feira, para comandar o confronto Ituano/SP x Joinvile/SC, pela Copa do Brasil.

O representante legal é o sindicato (1)
A Constituição do Brasil no seu Artigo 8º, define de forma clarividente que o representante de qualquer categoria profissional é o sindicato. A (CLT) mantém a prerrogativa do sindicato e o ministério do Trabalho e Emprego, idem. Portanto, as associações não possuem nenhuma legitimidade sindical e estão fora do processo. 

O representante legal é o sindicato (2)
Na contramão da (CLT), da Constituição e do ministério do Trabalho, o quadro de árbitros da Federação Paranaense de Futebol, até a presente data não digeriu o Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado do Paraná, presidido pelo ex-árbitro Airton Nardelli, que é o fundador da entidade e tem o Certificado de Registro Sindical (Carta Sindical).

O representante legal é o sindicato(3)
Nardelli deixou claro que dado o trabalho exaustivo, inclusive financeiro, desenvolvido por ele, para a criação do sindicato, que está rigorosamente em dia com suas obrigações perante o ministério do Trabalho e Emprego - e em função da forma desrespeitosa como foi tratado como pessoa e a questão do sindicato pelas vozes do atraso, da arrogância e da prepotência do futebol do Paraná, não cede e não cederá a presidência à ninguém. Idem, sua diretoria. 

O representante legal é o sindicato (4)
Mais dia menos dia, a Federação Brasileira dos Árbitros de Futebol será criada, e aí quem terá a prerrogativa de acordo com a (CLT), a Constituição e o ministério do Trabalho, será o sindicato e ponto final, afirmou Airton Nardelli.  Não tenho pressa! - disse. Tenho como sócios ex-árbitros, já que os árbitros da ativa estão “impedidos” de se associarem ao sindicato. Aliás, Nardelli foi procurado por alguns árbitros que lhe afirmaram textualmente que se filiados ao sindicato estão fora das escalas da (FPF).

O diálogo é o caminho
Nardelli deixou claro que aceita dialogar e encontrar uma solução para a questão com o atual presidente da Associação dos Árbitros do Paraná, Adriano Milczvski, se o mesmo desejar. Mas há uma condição: as vozes do atraso, da prepotência e os medíocres, que por muito pouco ainda não “aniquilaram” em âmbito nacional o quadro de árbitros da Federação Paranaense de Futebol, devem ficar de fora desse entendimento. Estão fora porque quem acompanhou a recente eleição à presidência da (FPF), observou a utilização do "modus operandi" de se fazer política no futebol do Paraná: repetitiva e pobre de sentido, quer de frente para trás, quer de trás para frente. 

domingo, 29 de março de 2015

Fifa anuncia ipatinguense como árbitra no Mundial

Janette Arcanjo, que começou a carreira na LDI, será assistente na competição que começa em junho no Canadá

No quadro da arbitragem da FIFA, Janette já foi escolhida como uma das melhores assistentes do país.

IPATINGA - A árbitra assistente Janette Mara Arcanjo vai representar Ipatinga na Copa do Mundo Feminina de Futebol, de 6 de junho a 5 de julho, no Canadá. A convocação da brasileira, que iniciou sua carreira há 15 anos na Liga de Desportos de Ipatinga (LDI), foi confirmada nesta sexta-feira, pela FIFA. Janette também pertence ao Quadro de Arbitragem da Federação Mineira de Futebol (FMF).

Janette Arcanjo passou por todas as etapas de preparação das árbitras pré-selecionadas pelas Confederações de Futebol confirmadas na Copa do Mundo. No Canadá, a seleção brasileira está no Grupo E, ao lado de Coreia do Sul (9 de junho em Montreal), Espanha (13 de junho em Montreal) e Costa Rica (17 de junho em Moncton).

A árbitra ipatinguense, indicada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), está escalada para atuar neste final de semana em um dos principais jogos do Campeonato Mineiro do Módulo I. Ao lado de Guilherme Dias Camilo, ela vai auxiliar o árbitro Ricardo Marques Ribeiro no confronto entre Tombense x América, neste domingo (29), às 16h, em Tombos. O jogo é considerado de risco, porque quem vencer ficará perto da vaga na semifinal.

CLIQUE AQUI e veja a biografia de: "JANETTE MARA ARCANJO"

Nascida em Ipatinga, dia 26 de julho de 1980, a assistente da Fifa, no momento, reside em Belo Horizonte. Formada em Letras - Português e Espanhol (Licenciatura e Bacharelado) pela UFMG, em paralelo à arbitragem ministra aulas de Português.

RESULTADOS
Ex-professora, Janette Arcanjo decidiu apostar na carreira de árbitra de futebol e agora vem colhendo os resultados da sua dedicação. Depois de se destacar nos gramados do futebol amador do Vale do Aço, ela deslanchou na carreira após integrar o quadro da Federação Mineira e encarar a carreira como uma profissão. Em 2009, 2013 e 2014, Janette atuou como árbitra assistente no clássico Atlético x Cruzeiro, sendo escolhida como uma das melhores assistentes do país. 

Ela também tem experiência em jogos internacionais. Atualmente morando em Belo Horizonte, Janette Arcanjo, é filha de José Agostinho Arcanjo e Darcy Eleotéria Arcanjo. No dia 26 de julho deste ano, a ipatinguense completará 35 anos.
Fonte: http://jornalvaledoaco.com.br

Apresentado projeto da plataforma Arbitragem Online de ensino a distância da Anaf

No segundo dia da assembleia de trabalho da Anaf que está sendo realizada em Porto Alegre (RS), foi apresentado o projeto da plataforma online de ensino a distância da Escola Brasileira de Arbitragem.

  Airton Nardelli, de (camisa amarela) presidente do Sindicato dos Árbitros de Futebol do Paraná, participou do congresso como convidado.

Denominada de ARBITRAGEM ONLINE a plataforma terá a finalidade de difundir os projetos de ensino da entidade.
Na sexta-feira, a assembleia geral aprovou a proposta de criação da Escola Brasileira de Arbitragem, órgão de apoio técnico, cultural e educativo da Associação Nacional dos Árbitros de Futebol –ANAF.
A Escola será constituída para fins de formação, estudo e educação da arbitragem brasileira.
A missão é realizar projetos de ensino sejam estes presenciais ou a distância.
       O renomado jornalista Julio Cancellier, secretário de comunicação da Anaf, foi o preletor do projeto da arbitragem online

DEFINIÇÃO
ARBITRAGEM ONLINE é a plataforma online de ensino a distância da Escola Brasileira de Arbitragem de Futebol, em apoio à aprendizagem, executados num ambiente virtual (Moodle).
Serve para difundir os cursos da Escola Brasileira de Arbitragem de Futebol, que foi constituída para fins de formação, estudo e educação da arbitragem brasileira.
OBJETIVOS
Geral:
– Aprimorar a qualidade da arbitragem de futebol, profissional e não profissional, por meio de ações que visem ao aperfeiçoamento das atividades de formação e atualização do árbitro de futebol.
Específicos:
– Desenvolver projetos de ensino a distância,
– Formar e capacitar a arbitragem de futebol
– Promover cursos, palestras e treinamentos especializado para aprimoramento técnico, físico e psicológico dos árbitros de futebol;
– Promover o aperfeiçoamento dos instrutores;
– Preparar, produzir e divulgar material didático de acordo com as Regras de Futebol promulgadas pelo IFAB
MODALIDADES
Palestras
– Profissionalização da Arbitragem
– Fatores que contribuem para o erro fatal ou não
– Arbitragem Atual e Tendências para o Futuro
– Regra 11 e seus conceitos
– Preparação Física do Árbitro
Mini-Cursos
– Mão na bola, bola na mão
– Introdução a arbitragem de futebol
– Regras do futebol
Cursos especiais
– Curso de aperfeiçoamento de árbitros e assistentes
– Curso básico de arbitragem de futebol não profissional
– Curso básico de arbitragem de futebol profissional
Cursos de formação
– Curso de formação de árbitro de futebol (50% AD – 50% presencial)
Cursos de especialização
– Para ingresso e atualização
MODELO
– Operacional (gravação, internet, apostilas, etc)
– Conteúdo (palestrantes, professores, instrutores)
– Divulgação (sites especializados, sindicatos, redes sociais, e-mail)
– ANAF/Escola (administrador)
– Sindicatos (parceiros)

Fonte: ANAF

Arbitragem: O futuro promete

      Presidentes das associações e sindicatos, que participaram do XXXVII Congresso Brasileiro de Entidades e Árbitros de Futebol em Porto Alegre (RS)
Rompendo com o passado e deixando de lado alguns conceitos e experiências tradicionais, criando novidades, soluções  criativas e capacitando seus funcionários com cursos de excelência, para que a (Anaf) Associação Nacional de Árbitros de Futebol, possa atender as demandas dos seus filiados do século 21 - tem sido o principal mote de Marco Antonio Martins e sua diretoria, desde que assumiram o comando da entidade da confraria dos homens de preto do futebol brasileiro.

Foi este o conceito exibido pela Anaf, desde que chequei a Porto Alegre (RS), no final de semana que passou, durante e ao término do XXXVII Congresso Brasileiro de Entidades e dos Árbitros de Futebol. 

Retornei a Curitiba com a certeza de que a categoria dos homens de preto, independente das peculiaridades regionais, têem na Anaf, um organismo moderno, com a estrutura adequada para reivindicar as melhorias necessárias e impulsionar definitivamente, àquele que tem a missão precípua de numa fração de segundos, tomar a decisão correta sobre as Regras de Futebol no campo de jogo, o árbitro.

PS: Além do exposto acima, quero ressaltar o profissionalismo demonstrado na logística do aludido congresso, da diretoria do (Safergs) Sindicato dos Árbitros de Futebol do Rio Grande do Sul, sobretudo, do seu presidente Carlos Castro.

PS (2): Adriano Milczvski, presidente da Associação dos Árbitros do Paraná e Airton Nardelli, presidente do Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado do Paraná, marcaram presença no congresso. Porém, em função de compromissos profissionais, tiveram que se ausentar antes da confecção da foto final do encontro.